Mar Ausente   

"Durante uma semana de tormenta os pescadores não saíram com as suas redes, a praia abandonada e a água da chuva já ocupava o seu lugar. O mar, ausente, era olhado de longe pelas jangadas esquecidas ali. Apenas a presença de ninguém. Do reflexo. Da memória."


Série fotografada durante as marés de Março na praia de Itapuã. A chuva e os ventos fortes agitam as ondas espantam os pescadores, mas as jangadas e redes permanecem na beira do mar.

Mar Ausente é sobre a relação homem x mar sem que nenhum dos dois estejam presentes. 

Using Format